Notícias

Caminhoneiros autônomos não reconhecem acordo

Protestos-dos-Caminhoneiros-continua-no-Parana

Caminhoneiros estão realizando manifestação na BR-277, próximo ao Trevo Cataratas, em Cascavel (PR), na manhã desta quinta-feira (26). Apenas veículos de passeio e caminhões com carga viva ou perecível podem passar, o restante, fica parado no bloqueio.

Os manifestantes dizem que são autônomos e que não reconhecem a negociação feita ontem pelo Ministério dos Transportes com possíveis representantes da categoria. Segundo eles, a reunião em Brasília favoreceu apenas grandes transportadoras.

“Não teve reunião. Teve um golpe do Governo Federal, que acordou com algumas grandes transportadoras. Para nós a greve vai continuar”, relata o caminhoneiro Oséias Denck.

O caminhoneiro diz que as manifestações vão continuar nas rodovias do Paraná, indiferente da possibilidade de multa.

“As rodovias continuarão trancadas até que o governo dê uma resposta para nós autônomos e não favorecendo meia dúzia de gatos pingados que já têm dinheiro sobrando. Todo esse povo aqui está na sarjeta, sem dinheiro para pagar as contas e não é por culpa deles que trabalham 18 horas por dia, mas por culpa do governo federal”.

Adriano de Oliveira trabalha em uma transportadora em Cascavel e diz que apoia os caminhoneiros, por isso, participa do protesto.

Os caminhoneiros autônomos dizem que não têm interesse em melhorias no financiamento de veículos, conforme proposto ontem em reunião em Brasília. Eles afirmam que precisam de diesel mais barato e redução no preço do pedágio, além de reajuste no valor do frete.

Nas rodovias federais do Paraná, nesta manhã, há manifestação dos caminhoneiros na BR-376 em Apucarana, Marialva, Nova Esperança e Mandaguaçu. Também há paralisação em Campo Mourão; Mamborê, Toledo (BR-467); Santo Antônio do Sudoeste (BR-163); Pérola do Oeste (BR-163); Coronel Vivida (BR-373); União da Vitória (BR-476); Ortigueira (BR-376); Corbélia (BR-369); Piabiru; Laranjeiras do Sul (BR-277), além de Cascavel.

Veja a reportagem na íntegra:

Fonte: CGN (Cascavel, PR) via Portal de Notícias UOL


Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *