Notícias

Governo anuncia medidas para por fim aos protestos dos caminhoneiros

O governo anunciou nesta quarta-feira medidas para por fim aos protestos dos caminhoneiros em todo o país.

A principal medida é a sanção integral, pela presidente Dilma Rousseff, da nova lei dos caminhoneiros. Outros pontos são a redução do pedágio para o caminho sem carga e a carência de 12 meses dos contratos de financiamento para compra de caminhões. A Petrobras garantiu que não haverá reajuste no preço do diesel nos próximos seis meses.

Sobre os fretes, o governo anunciou uma mesa de negociação e espera que seja definida uma tabela com preço de referência. Para que as medidas entrem em vigor, o governo exige o fim imediato dos bloqueios nas rodovias.

Pela manhã, cumprindo determinação da Justiça, caminhoneiros começaram a desbloquear rodovias.

Em Minas Gerais, foram quatro dias de paralisação. Na BR-040, saída para o Rio de Janeiro, a pista começou a ser liberada. Na BR-153, em Goiás, perto da divisa com Minas Gerais, até o fim da manhã só seguiam viagem veículos pequenos e de passageiros. O protesto só perdeu força no meio da tarde, quando as pistas começaram a ser liberadas. Em Mato Grosso do Sul, oito trechos foram liberados.

À noite, logo após o anúncio das propostas do governo, lideranças dos caminhoneiros reunidas em Brasília determinaram a liberação de todas as pistas bloqueadas. A informação foi chegando aos poucos nos estados, mas foi o sinal de que a categoria aceitou as medidas do governo.

Veja a reportagem na íntegra:

 

Fonte: Jornal da Globo (Rede Globo) via Portal de Notícias G1


Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *