Notícias

PRF inicia Operação “Safra Segura” em rodovias de Mato Grosso

O local para início da operação, na BR 364 proximidades da Serra de São Vicente, em Campo Verde

A Polícia Rodoviária Federal em Mato Grosso iniciou terça-feira (05) a 1a etapa da Operação Safra Segura 2019, que visa dar efetividade e segurança ao trânsito durante o escoamento da safra nas rodovias e reduzir o número de acidentes.

Essa 1a etapa tem como foco a fiscalização de freios e suspensão dos veículos de transporte de carga, o excesso de peso e o cumprimento da jornada dos motoristas. O PRF aposentado Édio de Aguiar Albino, especialista nesse tipo de fiscalização, veio de Minas Gerais ao Mato Grosso para participar da operação.

Força-tarefa vai garantir escoamento de grãos pela BR-163

O local para início da operação, na BR 364 proximidades da Serra de São Vicente, em Campo Verde, foi escolhido devido à quantidade de acidentes envolvendo veículos de carga. Em 2018, em um ponto crítico da serra de apenas cinco quilômetros, entre os Kms 345 e 350, foram registrados pela Concessionária Rota do Oeste 85 acidentes com esse tipo de veículo. Destes, 47 tiveram vítimas, 25 feridos leves, 13 feridos graves e sete mortos.

A Rota do Oeste registrou 596 atendimentos a veículos de carga na serra no ano passado, sendo que 77% deles eram por questões mecânicas, o que inclui problemas nos freios.

A Operação Safra Segura segue até o fim do mês.

BR-163 recebe obras de recuperação

Com equipes de recuperação permanentes ao longo da BR-163, a Rota do Oeste concluiu janeiro com a execução das obras de conservação e pavimentação nos pontos mais críticos da rodovia. As atividades fazem parte do cronograma de obras da Concessionária, que incluem ainda serviços de limpeza, manutenção e sinalização ao longo da BR-163. Em fevereiro, será dada continuidade às obras antecipando a via para o período da safra.

Conforme relatório de obras mensal da Rota do Oeste, na região norte, as obras de recuperação e fresagem foram executadas em diversos trechos do km 507 ao km 839, entre Diamantino e Sinop. O segmento conta com fluxo intenso de veículos de carga partindo de Mato Grosso para outras regiões do país.

De acordo com o diretor de Engenharia da Concessionária, Thales Mariano, o objetivo dessas obras é preparar a BR-163 para a alta no movimento de caminhões e carretas com o início do período da safra. Em média, o tráfego de veículos pesados no trecho concessionado cresce até 20% de fevereiro a abril. “A ideia é manter a rodovia em boas condições de trafegabilidade para a frota de veículos de carga que deve aumentar na BR-163 a partir deste mês”, reforça.

Na BR-364, o pavimento passou por recuperação na região de Rosário Oeste, do km 506 ao km 543. Na rodovia dos Imigrantes (BR-070), o serviço foi executado em Várzea Grande, do km 514 ao km 517. O trecho do km 456 ao km 477, de Várzea Grande a Acorizal, contou com atividades de melhorias na sinalização, contribuindo com a segurança de condutores na rodovia.

Ao sul da BR-163, no trecho duplicado da rodovia, as atividades de conservação do pavimento contemplaram o segmento de Itiquira a Rondonópolis, do km 0 ao km 103 e no trecho de sobreposição com a BR-364, do km 200 ao km 211. A sinalização também foi revitalizada, assim como as atividades de roçada executadas em diversos pontos.

Tráfego – Durante a execução de obras da Rota do Oeste na BR-163, o tráfego sofre alterações com o fluxo de veículos operando em ‘Pare e Siga’, quando há alternância de pista de 10 a 15 minutos. Em alguns trechos, os bloqueios são parciais. O usuário pode consultar os pontos em obras e as condições de tráfego pelo 0800 065 0163, ou acessar o perfil da Rota do Oeste no Twitter (@rotadooeste) e visitar o site da Concessionária (www.rotadooeste.com.br).

Fonte: Portal de Notícias 24horasnews

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *